Support & Downloads

Quisque actraqum nunc no dolor sit ametaugue dolor. Lorem ipsum dolor sit amet, consyect etur adipiscing elit.

j j

Contact Info
New York +(123) 456 -7890 innovio@mikado-themes.com 184 Main Street Victoria 8007
Folow us on social

O Grupo Unimed-Rio monitora o seu desempenho por meio dos indicadores GRI. Os indicadores permitem, de forma transparente, a comparação do desempenho entre diferentes empresas de diversos setores. Este relatório segue o Padrão GRI Essencial.

Saiba mais sobre esse modelo em: www.globalreporting.org.

Índice Remissivo GRI:

INFORMAÇÕES GERAIS

Perfil organizacional

As informações apresentadas nesta publicação são referentes à Unimed-Rio Cooperativa de Trabalho Médico do Rio de Janeiro Ltda., conhecida como Unimed-Rio, e suas empresas controladas.

A Unimed-Rio é uma operadora de plano de saúde com atuação municipal compreendendo os municípios do Rio de Janeiro e Duque de Caxias. Possui uma rede própria de unidades assistenciais formada por um hospital de alta e média complexidade (Hospital Unimed-Rio), dois prontos atendimentos (PA Barra e PA Copacabana) e um espaço de prevenção (Espaço para Viver Melhor), além de duas parcerias no formato de joint venture, que resultaram na criação do Centro de Excelência Física e do Centro de Excelência Oncológica.

A operadora possui um portfólio de produtos completo, com rede nacional e regional bem como opcionais, vantagens e benefícios para seus clientes.

Em função do mercado regulado pela ANS, os produtos da operadora podem ser suspensos em função de elevado índice de reclamações junto a agencia reguladora, por meio de Notificações de Investigação Preliminar (NIPs).

A Unimed-Rio abrange os municípios do Rio de Janeiro e Duque de Caxias.

Veja a localização da sede da organização:
Av. Armando Lombardi, 400, Barra da Tijuca – Rio de Janeiro

A Unimed-Rio é propriedade de seus médicos associados (cooperados), que atuam como donos e direcionadores de políticas e também como frente de trabalho. Suas decisões são tomadas em consenso durante a Assembleia Geral Ordinária (AGO), instância máxima de decisão da empresa, que elege entre seus pares três conselhos por meio de voto direto, secreto e igualitário. O primeiro é o Conselho de Administração, que possui cinco diretores executivos e 13 conselheiros vogais (dez efetivos e três suplentes), e é renovado a cada quatro anos. Os outros são os Conselhos Fiscal (seis membros, sendo três efetivos e três suplentes, com renovação anual) e Técnico (mesmo número do Fiscal, mas renovado a cada quatro anos).

Os conselhos supervisionam a performance econômico-financeira (Fiscal), organizam a empresa (Administração) e deliberam sobre aspectos médicos e éticos da Medicina (Técnico). As funções executivas são concentradas nos cargos de superintendentes, que se reportam diretamente às diretorias. A remuneração dos dirigentes é aprovada nas assembleias de cooperados, e aos diretores executivos são oferecidos alguns benefícios, comuns aos demais colaboradores.

A qualificação e as habilidades dos integrantes dos conselhos são determinadas pela aprovação ou não de seus colegas sócios, já que eles são eleitos diretamente. Para garantir que não haja conflitos de interesses e assegurar transparência, todos os cooperados possuem o direito de acompanhamento de atas de reuniões, de manifestação e de solicitar informações – o que geralmente acontece na assembleia anual.

A Unimed-Rio possui um Estatuto Social, à disposição dos sócios, que prevê as ferramentas de comunicação, obtenção de informação e prestação de contas sobre a gestão. O mesmo vale, no caso de colaboradores, com relação ao Código de Conduta, que também estabelece processos de governança e princípios de atuação da empresa. A avaliação do desempenho de diretores e conselheiros se dá diretamente pelos sócios nas assembleias gerais, pela ferramenta do voto.

Para assegurar qualidade das decisões empresariais, existem departamentos de suporte e controle, como as áreas de Projetos, Processos e Riscos e Auditoria Interna, além de um Comitê de Gestão, formado pelos executivos de primeiro nível (superintendentes). Os próprios conselhos se reúnem no mínimo uma vez ao mês. O Comitê de Gestão realiza reuniões semanais de acompanhamento da operação. Outras estruturas relevantes para o monitoramento de riscos, oportunidades e adequação são as áreas técnicas (produtos, cálculo atuarial e regulamentação), as diversas áreas comerciais, a Ouvidoria e as áreas de Atendimento, entre outras. Estas instâncias, além de reportarem à alta administração alterações de cenário e operação, exercem o que chamamos de princípio de precaução – uma análise de impactos sobre os diversos stakeholders nos casos de modificações em produtos e serviços.

A Unimed-Rio tem atuação nos municípios do Rio de Janeiro e Duque de Caxias. Os clientes atendidos enquadram-se em rede três grandes grupos: clientes individuais (pessoas físicas), empresariais (PJs) e de Intercâmbio, que são, na verdade, clientes de outras Unimeds que buscam atendimento no Rio de Janeiro. Clientes da cooperativa também podem ser atendidos por Unimeds de outras regiões, pelo mesmo regime.

Além da comercialização de planos de saúde e odontológicos, o Grupo também atua na assistência prestando serviços de saúde em suas unidades próprias localizadas no Rio de Janeiro.

Clique aqui e confira os principais números de 2018.

A Unimed-Rio fechou o ano de 2018 com 3.723 colaboradores, incluindo terceirizados e temporários

A distribuição abaixo considera somente colaboradores CLT, incluindo estagiários e jovens aprendizes.

Em 2018, os gastos com fornecedores gerais totalizaram aproximadamente R$ 117 milhões. Já os gastos com fornecedores de OPME totalizaram R$ 150,7 milhões.
A cadeia de fornecedores é formada por:

Fornecedores de material administrativo
Fornecedores de material institucional de comunicação
Fornecedores de material médico hospitalar para as unidades assistenciais próprias
Fornecedores de OPME (Órtese, Prótese e Material Especial)

Sobre os fornecedores de OPME

Na cadeia de valor do Grupo Unimed-Rio os fornecedores de OPME estão diretamente ligados a autorizações de procedimentos médicos, tanto as de urgência como de procedimento eletivo. Uma vez autorizado o procedimento pela Área de Regulação Médica, cabe à mesma realizar a compra do OPME devido sendo fundamental o relacionamento com os fornecedores a fim de que possamos balancear o melhor custo com o prazo de disponibilização deste material adquirido.

Somos fortemente regulados pela ANS, tendo prazos fixados em Instruções Normativas que nos exigem rapidez e precisão no relacionamento com nossos fornecedores. A Unimed-Rio procura manter acordos de serviço com diversos fornecedores a fim de facilitar o processo de Compra e realizar a manutenção da relação com estes fornecedores.

O OPME representa 3,6% dos custos médicos da cooperativa.

Divisão dos custos médicos

Em agosto de 2018, um movimento histórico marcou o atendimento ao cliente da Unimed-Rio. A operadora transferiu parte de seu atendimento telefônico para a Atento, maior empresa de serviços de gestão do relacionamento com clientes e processos de negócios (CRM/BPO) na América Latina. A inauguração oficial aconteceu em outubro. O acordo prevê uma operação com time misto, sendo parte de colaboradores transferidos da Unimed-Rio para a Atento e parte de recursos da empresa parceira, que foram treinados nos processos da cooperativa. Ao todo, cerca de 500 pessoas estão dedicadas ao atendimento a clientes, cooperados e demais públicos, em uma estrutura mais eficiente, em função da incorporação de aplicações tecnológicas. A Unimed-Rio Participações e Investimentos S.A. também adquiriu ações da Helmond Oncologia S.A, uma joint venture de controle compartilhado, que tem por objetivo a prestação de serviços médico-hospitalares relacionados à onco-hematologia, oncologia e tratamentos com infusões oncológicas.

Para assegurar qualidade das decisões empresariais, existem departamentos de suporte e controle, como as áreas de Projetos, Processos e Riscos e Auditoria Interna, além de um Comitê de Gestão, formado pelos executivos de primeiro nível (superintendentes). Os próprios conselhos se reúnem no mínimo uma vez ao mês. O Comitê de Gestão realiza reuniões semanais de acompanhamento da operação. Outras estruturas relevantes para o monitoramento de riscos, oportunidades e adequação são as áreas técnicas (produtos, cálculo atuarial e regulamentação), as diversas áreas comerciais, a Ouvidoria e as áreas de Atendimento, entre outras. Estas instâncias, além de reportarem à alta administração alterações de cenário e operação, exercem o que chamamos de princípio de precaução – uma análise de impactos sobre os diversos stakeholders nos casos de modificações em produtos e serviços.

. Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS)
. Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj)
. Sociedade de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Somerj)
. Sociedade de Cardiologia do Estado do Rio de Janeiro (Socerj)
. Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro (SMCRJ)
. Sistema Unimed
. Federação das Unimeds do Estado do Rio de Janeiro
. Conselho Empresarial de Medicina e Saúde da Associação Comercial do Rio de Janeiro
. Conselho Federal de Medicina (CFM)
. Filiação à Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje)
. Signatária do pacto empresarial Empresa Limpa
. Filiação à Associação Brasileira de Anunciantes (ABA)
. Great Place to Work (GPTW)
. Lloyd’s Register (LRQA) – ISO 9001
. Organização Nacional de Acreditação (ONA)

Estratégia

“Evoluir enquanto organização, seja em seus resultados econômico-financeiros ou em suas práticas no relacionamento com o mercado, é o objetivo de qualquer empresa nos dias de hoje. Para a Unimed-Rio, com seus 47 anos, em um setor regulado e altamente competitivo, o desafio é ainda maior, tendo que superar restrições das mais variadas para consolidar o momento de retomada no mercado do Rio de Janeiro.

Neste sentido, 2018 foi um período muito vitorioso em diversas perspectivas. Fechamos, mais uma vez, com sobras, de R$ 85 milhões, o que ratifica nossa caminhada rumo ao desenvolvimento sustentável. Esse resultado é fruto do comprometimento de nossos colaboradores somado ao trabalho e à confiança do nosso grupo de 4.700 médicos cooperados.

Mas não se trata somente de melhorar os números. Investimos fortemente em governança, relançando nosso Código de Ética e Conduta, estruturando uma área interna de Compliance e um Escritório de Processos, para reavaliar todos os fluxos que impactam direta ou indiretamente na qualidade do serviço prestado aos nossos 740 mil clientes.

Vemos, a cada dia, uma Unimed-Rio mais preparada e sólida não só para se fortalecer no segmento da saúde suplementar, mas também para liderar o debate de transformação tão necessário nos modelos de negócio de todos os integrantes deste setor.

É com este olhar que convido você a navegar por nosso Relatório de Gestão de 2018, mais uma vez desenvolvido de acordo com os padrões da Global Reporting Initiative (GRI), que estabelece os critérios de transparência e sustentabilidade para a prestação de contas à sociedade. De uma forma profunda, porém agradável, apresentamos diversos formatos de conteúdo que detalham o que fizemos neste período em todas as esferas da empresa.”

Romeu Scofano
Presidente da Unimed-Rio

O total de beneficiários de planos de saúde médico-hospitalares teve a primeira alta na comparação anual desde 2014. O segmento encerrou 2018 com 47,4 milhões de beneficiários, o que constitui 24,4% da população. O aumento foi de 0,4% em relação ao ano anterior, com 200,2 mil novos vínculos firmados de janeiro a dezembro. Já os planos exclusivamente odontológicos tiveram uma alta de 6,2%, passando de 22,8 milhões para 24,2 milhões de beneficiários. Foram quase 1,5 milhão de novos vínculos.

Os planos de saúde coletivos puxaram os números para cima. Os beneficiários de planos empresariais totalizaram 31,7 milhões em dezembro de 2018, aumento de 321 mil pessoas. Já os beneficiários em planos adesão passaram de 6,404 milhões para 6,418 milhões. Os planos de saúde individuais, por sua vez, apresentaram retração, passando de 9,2 milhões em 2017 para 9,1 milhões de beneficiários em 2018.

Série histórica de beneficiários de plano de saúde

2016: 47,6 milhões
2017: 47,2 milhões
2018: 47,4 milhões

Fonte: ANS

Beneficiários de planos médico-hospitalares (JAN a DEZ/2018)

Jan – 47.124.300
Fev – 47.099.235
Mar – 47.080.635
Abr – 47.191.886
Mai – 47.151.546
Jun – 47.269.137
Jul – 47.256.664
Ago – 47.204.384
Set – 47.313.985
Out – 47.310.737
Nov – 47.337.412
Dez – 47.377.920

Fonte: ANS

Medido pelo Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS), o VCMH – Variação de Custos Médico Hospitalares – expressa a variação do custo das operadoras de planos de saúde com internações, consultas, terapias e exames e considera a frequência com que um serviço é utilizado. O índice, principal indicador utilizado pelo mercado de saúde suplementar como referência sobre o comportamento de custos, registrou alta de 16,9% nos 12 meses encerrados em março de 2018 e se manteve superior à variação da inflação geral (IPCA) que foi de 2,7% para o mesmo período. De acordo com o IESS, no período entre dezembro de 2017 e março de 2018 os itens de despesa que apresentaram aumento na VCMH foram Internações, Terapias e Consultas, ao passo que, o item Exames apresentou queda da VCMH.

Ética e Integridade

Missão
Oferecer serviços de atenção à saúde que promovam o bem estar e a melhoria na qualidade de vida.
Visão
Ser a melhor referência em soluções e cuidados com a saúde do cliente.
Valores
Transparência, Participação, Compromisso com a vida, Ética, Inovação, Orientação ao cliente

Em 2018 foi lançado o novo Código de Ética e Conduta do Grupo Unimed-Rio, aderente à Lei da Empresa Limpa (12.846/13) e às melhores práticas do mercado.
Alinhadas ao Código de Ética e Conduta e ao Programa de Integridade da Unimed-Rio, foram também publicados normativos, como a Norma de Conflito de Interesses.
O Código está disponível para todos os stakeholders em plataforma online. Acesse aqui.

A Unimed-Rio possui um processo amplo de atendimento para seus clientes, que conta com a área de Ouvidoria, atuando para atendimento dos beneficiários e pacientes internados em nossa rede própria.
Em 2018, a Unimed-Rio em seu processo de implantação do Programa de Integridade, implementou um canal para recebimento de manifestações de comportamentos não éticos ou em não conformidade com a legislação e normativos internos, denominado Canal de Integridade. O Canal de Integridade, aberto ao público interno e externo do Grupo Unimed-Rio, é conduzido através de empresa independente, garantindo a segurança e sigilo aos manifestantes. Os relatos são avaliados por um Comitê de Integridade, que se reporta à Alta Administração (Diretoria Executiva). Além do Canal de Integridade, a Área de Compliance possui um Canal disponível aos colaboradores, para dúvidas, orientações e recebimento de documentos referentes ao Programa de Integridade.

Além destes canais e dos canais formais de atendimento, também possuímos diversas pesquisa com stakeholders.

Governança

A Unimed-Rio é propriedade de seus médicos associados (cooperados), que atuam como donos e direcionadores de políticas e também como frente de trabalho. Suas decisões são tomadas em consenso durante a Assembleia Geral Ordinária (AGO), instância máxima de decisão da empresa, que elege entre seus pares três conselhos por meio de voto direto, secreto e igualitário. O primeiro é o Conselho de Administração, que possui cinco diretores executivos e 10 conselheiros vogais, e é renovado a cada quatro anos. Os outros são os Conselhos Fiscal (seis membros, sendo três efetivos e três suplentes, com renovação anual) e Técnico (sete efetivos e dois suplentes, renovado a cada quatro anos). Os conselhos supervisionam a performance econômico-financeira (Fiscal), organizam a empresa (Administração) e deliberam sobre aspectos médicos e éticos da Medicina (Técnico). As funções executivas, incluindo questões econômicas, sociais e ambientais são concentradas nos cargos de Superintendente Geral, na Operadora, e Diretoria Executiva, na Empreendimentos, que se reportam diretamente à Diretoria Executiva da Operadora. A remuneração dos dirigentes é aprovada nas assembleias de cooperados, e aos diretores executivos são oferecidos alguns benefícios, comuns aos demais colaboradores. A qualificação e as habilidades dos integrantes dos conselhos são determinadas pela aprovação ou não de seus colegas sócios, já que eles são eleitos diretamente. Para garantir que não haja conflitos de interesses e assegurar transparência, todos os cooperados possuem o direito de acompanhamento de atas de reuniões, de manifestação e de solicitar informações – o que geralmente acontece na Assembleia anual. A Unimed-Rio possui um Estatuto Social, à disposição dos sócios, que prevê as ferramentas de comunicação, obtenção de informação e prestação de contas sobre a gestão. O mesmo vale com relação ao Código de Ética e Conduta, que também estabelece processos de governança e princípios de atuação da empresa. A avaliação do desempenho de diretores e conselheiros se dá diretamente pelos sócios nas assembleias gerais, pela ferramenta do voto. Para assegurar qualidade das decisões empresariais, existem reuniões semanais de Diretoria Colegiada, formada pelos diretores executivos da Operadora, além de áreas e unidades de suporte e controle, como Novos Negócios, BI, Projetos, Processos, Compliance e Auditoria Interna. Os próprios conselhos se reúnem no mínimo uma vez ao mês. Outras estruturas relevantes para o monitoramento de riscos, oportunidades e adequação são as áreas técnicas (Produtos, Atuarial e Regulação), as diversas áreas comerciais, a Ouvidoria e as áreas de Atendimento, entre outras. Estas instâncias, além de reportarem à alta administração alterações de cenário e operação, exercem o que chamamos de princípio de precaução – uma análise de impactos sobre os diversos stakeholders nos casos de modificações em produtos e serviços. Em 2018 foi instituído o Comitê de Integridade, que tem como missão o assessoramento da Diretoria Executiva da Unimed-Rio nas tomadas de decisões acerca das comunicações recebidas no Canal de Integridade, inclusive propondo melhorias relacionadas à sua atuação, a fim de conferir maior eficiência e qualidade às decisões do colegiado e zelar para que as atividades da Sociedade sejam conduzidas em conformidade com a legislação brasileira em vigor, Regulamentos, Código de Ética e Conduta internos do Grupo Unimed-Rio e boas práticas de mercado.

A resposta dos indicadores GRI 102 -18,19,20,22,23,24,27,28,29,31,33 e 35 já está contemplada no GRI 102-18.

A resposta dos indicadores GRI 102 -18,19,20,22,23,24,27,28,29,31,33 e 35 já está contemplada no GRI 102-18.

A resposta dos indicadores GRI 102 -18,19,20,22,23,24,27,28,29,31,33 e 35 já está contemplada no GRI 102-18.

A resposta dos indicadores GRI 102 -18,19,20,22,23,24,27,28,29,31,33 e 35 já está contemplada no GRI 102-18.

O Grupo Unimed-Rio realiza diversas pesquisas conduzidas internamente ou por institutos de mercado, com clientes, cooperados, colaboradores. Os relatórios são compartilhados com Superintendentes e Diretoria executiva. Além das pesquisas desenvolvidas internamente, os parceiros de 2018 foram Great Place to Work, IBRC – Instituto Ibero-brasileiro de relacionamento com Cliente, ferramenta HFocus.

A partir de 2018 foi iniciada a avaliação de potenciais conflitos de interesses através da aplicação de formulários à Alta Administração, executivos e colaboradores (já no processo seletivo) para reporte sobre eventuais situações de potencial conflito. Esta consulta é processada, tratada e armazenada pela Área de Compliance, Riscos e Auditoria e, havendo alguma indicação de conflito, Compliance reporta os riscos e recomendações à Área de Recursos Humanos ou ao Comitê de Integridade.

A Área de Auditoria Interna tem como objetivo a avaliação de processos e controles internos, e prevenção à fraude, identificando e recomendando a adoção de mecanismos e atividades de controles para a mitigação de riscos e suportando à Alta Administração nas tomadas de decisão. Em 2018 foram emitidos e reportados à Diretoria Executiva 29 relatórios de auditoria, havendo follow-ups mensais para acompanhamento do plano de ação para mitigação dos riscos identificados.
Em busca de reforçar a governança corporativa, em 2017 foi iniciada a implantação de um Programa de Compliance na Unimed-Rio, de acordo com as diretrizes da Controladoria Geral da União para empresas privadas, respeitando a Lei 12.846/13 e Lei 8.420/16. Em 2018 foram criados e revisados normativos, assim como foi revisado e publicado o Código de Ética e Conduta do Grupo Unimed-Rio, havendo treinamento presencial de 100% dos gestores e aproximadamente 60% dos colaboradores.
Fortificando a de gestão de riscos da Unimed-Rio, em 2018 foi criada a Unidade de Gestão de Riscos Corporativos, tendo sido criada e publicada a Política de Gestão de Riscos, assim como definida sua metodologia, para início do mapeamento dos riscos que serão monitorados e reportados à Alta Administração.

O processo de elaboração deste relatório é de responsabilidade da Superintendia de Mercado e sua aprovação final passa por toda diretoria executiva do Grupo Unimed-Rio.

A redução das Notificações de Investigação Preliminar (NIPs), que são as reclamações de beneficiários junto à ANS, é, sem dúvida, um dos maiores desafios da Unimed-Rio. Em 2018, a cooperativa recebeu um total de 3.450 NIPs, número que se manteve praticamente estável em relação a 2017 (3.368).

A operadora vem trabalhando em várias frentes para minimizar o recebimento dessas reclamações. Criou, por exemplo, na Central de Atendimento, a célula anti atrito, que realizou, em 2018, cerca de 28 mil atendimentos.

Uma das áreas que está na linha de frente desse processo é a Ouvidoria, que, em 2018, atendeu 10 mil demandas e iniciou diversos projetos para tentar diminuir as reclamações. Entre eles está o hotsite Resolva seu problema, lançado em abril. Confira:

. Resolva seu problema
Acesse aqui.
Cerca de 842 clientes foram atendidos pela Ouvidoria em 2018 através deste hotsite, lançado em abril do mesmo ano. O site é o primeiro que aparece quando o cliente busca no Google palavras que remetam a reclamação e a ANS.

. Colaborador Ouvidor
Desde dezembro de 2018, os próprios colaboradores podem informar à Ouvidoria sobre os problemas de amigos e familiares, facilitando a resolução dos casos. Em 15 dias de funcionamento, 5 colaboradores já haviam participado.

. Contato com clientes reincidentes
A Ouvidoria passou a ligar para os clientes reincidentes na abertura de NIPs para apresentar o canal de relacionamento e se colocar à disposição para qualquer problema.

. Pesquisa de satisfação
A Ouvidoria passou a enviar, em agosto de 2018, pesquisa de satisfação aos clientes atendidos pelo canal a fim de avaliar o atendimento e buscar constantes melhorias.

. Atendimento presencial
Em casos especiais, a Ouvidoria vai até o cliente, pessoalmente, para resolver a situação.

. Recomendações
A Ouvidoria é uma área estratégica na identificação da necessidade de mudança de processos da empresa. Por isso, passou a enviar recomendações para acertos operacionais dos processos críticos identificados pela área, como alteração sistêmica, produção de protocolos e revisão de comunicação aos clientes.

O valor do salário maior salário praticado pelo Grupo Unimed-Rio em 2018 foi de R$ 65.522,00 e R$ 62.700,00 em 2017, considerando cargos comissionados. O menor salário do grupo é de R$ 873,00. O Balanço social do Grupo, instrumento auditado externamente, possui um bloco de indicadores comparando média de remuneração por gênero, categoria funcional e raça.

O valor do salário maior salário praticado pelo Grupo Unimed-Rio em 2018 foi de R$ 65.522,00 e R$ 62.700,00 em 2017, considerando cargos comissionados. O menor salário do grupo é de R$ 873,00. O Balanço social do Grupo, instrumento auditado externamente, possui um bloco de indicadores comparando média de remuneração por gênero, categoria funcional e raça.

Engajamento das partes interessadas

• Médicos Cooperados
• Público Interno
• Prestadores de Serviço Médico
• Sistema Unimed
• Clientes
• Representantes do Governo (ANS)
• Fornecedores de OPME
• Fornecedores de materiais/Serviços Diversos (Corretores)

Com relação a aspectos de governança, 100% dos colaboradores do Grupo Unimed Rio são cobertos pelos acordos coletivos. As informações referentes a este documento são distribuídas pela comunicação interna e o acordo, na íntegra, está disponível para acesso na intranet. O acordo coletivo é anualmente revisado e aprovado pela Associação dos Funcionários da Unimed Rio (Assemed) e pela diretoria.

O engajamento de stakeholders é uma ferramenta utilizada pelo Grupo para alcançar o envolvimento de públicos externos na gestão da organização, considerando seus interesses, anseios e influências. Consideramos alcance do real engajamento, um processo construído a passos longos, que envolvem mudança de cultura, envolvimento da gestão com o tema sustentabilidade, compreensão do que este assunto representa para sua corporação e abertura para o diálogo.
Todas as bases são internas.

Para esta matriz de stakeholder de 2017/2018 utilizou-se os conceitos abaixo:

Responsabilidade – Aqueles vinculados à Unimed-Rio por meio de regulamentos, políticas e/ou contratos legais, financeiros ou operacionais
Influência – Aqueles que possuem capacidade de influenciar o alcance ou não dos objetivos da Unimed-Rio. Isso inclui aqueles que exercem influência informal ou os com poder de decisão formal, tanto interna como externa
Vulnerabilidade – Aqueles que possuem risco de serem impactados pela organização do ponto de vista socioeconômico, ambiental e operacional
Dependência – Aqueles que dependem da Unimed-Rio, clientes que dependem dos produtos ou serviços, ou fornecedores para quem somos clientes importantes
Representatividade – Aqueles que representam instituições-chave com as quais sua organização interage, tais como líderes locais, concorrentes
Proximidade – Aqueles que a Unimed-Rio depende em suas operações diárias e aqueles que moram próximo às unidades operacionais

A Unimed-Rio utiliza vários mecanismos para engajamento de seus stakeholders dentre eles pesquisas, reuniões, eventos, encontros com seus médicos cooperados, além da disponibilidade de atendimento direto e presencial em seus principais canais de relacionamento. Desta forma, conseguimos diversos subsídios para orientar de forma positiva aspectos de gestão da organização. Com relação aos médicos cooperados, a cooperativa possui um canal via whatsapp, um canal de atendimento telefônico – Ligue Doutor, além da área de Relacionamento com cooperado e a realização de duas Assembleias em 2018.

Principais tópicos

– Informações econômicas
– Transparência
– Garantia de atendimento ao cliente
– Questões operacionais
– Informações sobre produtos
– Inovação

Com relação as pesquisas de satisfação da Rede Própria, considerando todas as unidades avaliadas pelos clientes e a média anula, em 2018 temos 83% de satisfação.

Práticas de Relato

A metodologia GRI preconiza a condução de um processo estruturado de contato formal com os diversos públicos de relacionamento da organização para a elaboração deste Relatório. O processo consiste na identificação destes públicos (stakeholders) e no levantamento de aspectos mais relevantes para o negócio e para os públicos, tendo em vista a orientação dos temas que irão compor a estrutura do relatório de sustentabilidade.

O resultado do processo de engajamento, que vem sendo estruturado desde 2011, possibilitou a criação da Matriz de Materialidade 2017/2018, que reúne o cruzamento de informações de relatórios e pesquisas realizadas ao longo de 2017/2018 com as opiniões dos stakeholders. Esta matriz possui o objetivo de orientar os aspectos sobre os quais o Grupo Unimed-Rio deve focar seus esforços e relatar indicadores publicamente.

Além dos temas abordados no processo, outros relatórios, informações estratégicas e entrevistas com gestores serviram para guiar a composição deste relatório.

A organização espera que usem o relatório os seguintes stakeholders: Clientes, Colaboradores, Cooperados, Corretores, Fornecedores Gerais, Rede Médica e Sistema Unimed.

A Tabela de Materialidade 2017/2018 reúne o cruzamento de informações de relatórios, pesquisas, assessoria de imprensa e reuniões diversas e consulta pública.

Com relação ao tema econômico, o aspecto material é o Desempenho econômico da organização, com destaque para os indicadores de implicações financeiras, valor adicionado, riscos e oportunidades relacionadas com mudanças climáticas, cobertura de planos de previdência e ajuda financeira significativa recebida pelo governo.

Para o tema ambiental, destacam-se impactos ambientais relacionados à prestação dos serviços de saúde nas unidades próprias.

Sobre os temas sociais, temos como aspecto material quantidade de cargos oferecidos, benefícios e taxa de rotatividade dos colaboradores, treinamento e educação dos colaboradores, adequação às normas e acordos legais de cada categoria profissional, saúde e segurança dos trabalhadores.

Com relação a sociedade, priorizou-se como material ações e projetos sociais que receberam investimento ou foram desenvolvidos pela empresa, identificação dos casos de corrupção e treinamentos preventivos dados a colaboradores, multas aplicadas pela não conformidade com leis e regulamentos aplicáveis aos nossos negócios

Para direitos humanos, foi priorizado como material Resolutividade das queixas relativas ao desrespeito aos direitos humanos, Contratação de fornecedores que respeitem os direitos humanos, Risco de existência de casos internos de discriminação de qualquer natureza.

Cada vez mais, ano a ano, desde 2007, quando adotamos a GRI como modelo, buscamos evoluir na forma de apresentação da publicação de maneira que a metodologia, completa e profunda, não seja confundida pelo leitor com algo complexo e denso, a ponto de desestimular a busca por informações. Nossa tentativa é de ter o tempo todo o padrão mais utilizado hoje mundialmente como pano de fundo para destacar o que consideramos de mais relevante para nossos clientes e parceiros.

O Relatório de Sustentabilidade de 2018 dá continuidade ao entendimento que a Unimed-Rio tem a respeito do uso da metodologia da Global Reporting Initiative para reportar suas práticas de gestão. Enquanto diretrizes, assumem o papel de orientação para uma prestação de contas transparente, clara e contextualizada para a sociedade.

Em função de duas resoluções normativas da ANS, a Unimed-Rio adotou uma mudança de critério contábil nas demonstrações financeiras de 2018. O critério foi alterado com o objetivo de garantir maior confiabilidade nos números da cooperativa. Para efeito de comparabilidade tivemos que refletir essa metodologia nos exercícios de 2016 e 2017 como preconiza o comitê de pronunciamento contábil 23 e 25.

A Resolução Normativa 388, da ANS, estabeleceu novos procedimentos para a ação fiscalizatória do órgão regulador. Antes, a Unimed-Rio provisionava as multas administrativas quando recebia a GRU, após esgotamento de todos os recursos possíveis, baseada numa avaliação jurídica de probabilidade de perda. A nova metodologia considera para efeito de provisionamento como fato gerador o auto de infração e não mais a GRU.

Isso porque a ANS se tornou mais assertiva na avaliação dos casos que geram multa. Hoje, 90% das fiscalizações geram autos de infração que não são anulados. E, por isso, é possível provisionar nessa fase da notificação. Com isso, reorganizamos as multas administrativas de acordo com seu fato gerador, ocorrido no respectivo exercício. Com esta alteração não teremos mais o impacto no resultado de um ano com multas que tiveram sua origem em exercícios anteriores, demonstrando de forma mais fidedigna a geração de resultado operacional de cada ano.

A segunda resolução normativa que teve reflexo nas demonstrações foi a 430, que estabeleceu uma nova forma de registrar o atendimento dos clientes em intercâmbio com outras operadoras. Por exemplo, o atendimento do cliente que utilizar no mínimo duas vezes a rede de outra operadora no prazo de 1 ano será registrado na contabilidade desta operadora. E vice-versa.

Essa mudança não afeta o resultado líquido da operação. É meramente uma classificação contábil que afeta a receita e a despesa assistencial na mesma proporção, com a finalidade de refletir o volume de compartilhamento de risco.

Como a Lei Societária estabelece que toda mudança de prática contábil deve ser refletida em três exercícios para efeito de comparabilidade, é necessária a reapresentação gerencial das demonstrações financeiras dos anos de 2016 e 2017.

Qualquer companhia tem autonomia de revisar periodicamente suas práticas contábeis desde que respeitem as normas em vigor. Tais mudanças foram aplicadas nos demonstrativos de 2018.

Este Relatório, publicado em 2019, é dedicado ao ano de 2018.

O relatório mais recente foi publicado em 2018 (referente a 2017).

Os relatórios de gestão da Unimed-Rio são publicados anualmente, porém existem outras ferramentas de prestação de contas especificas para cooperados.

Em caso de dúvidas ou necessidade de esclarecimentos a respeito deste Relatório, envie e-mail para _comunicacaointegrada@unimedrio.com.br

Este relatório foi preparado de acordo com o Padrão GRI: opção essencial.

Historicamente, realizamos o processo de auditoria externa do Balanço Social, ferramenta que consta no relatório, pela mesma empresa de auditoria do Grupo Unimed-Rio, sendo este um trabalho integrado. Este ano a BKR auditoria foi responsável por este processo. Para conhecer o parecer da auditoria externa consulte o Balanço. Este documento serve de base para diversas informações do relatório completo. O Relatório não foi auditado externamente, somente as demonstrações financeiras e o balanço social.

FORMA DE GESTÃO

Este relatório apresenta informações consolidadas do grupo quanto a impactos, informações econômico-financeiras e não financeiras. Nos casos em que a informação não contemple todas as empresas ou unidades – por exemplo, por ausência de dados específicos – esta ressalva será indicada. Os impactos ambientais, econômicos e financeiros das atividades do Hospital Norte D’Or não são consideradas nos dados consolidados em respeito à política de confidencialidade estabelecida com o Grupo D’Or. Com relação a terceiros sobre os quais é gerado impacto significativo, são reportadas nossas políticas e diretrizes. Não foram consideradas/relatadas informações fora da organização relacionadas com os aspectos materiais.

Em 2018, a cooperativa recebeu um total de 3.450 Notificações de Investigação Preliminar (NIPs), número que se manteve praticamente estável em relação a 2017 (3.368). A operadora vem trabalhando em várias frentes para minimizar o recebimento dessas reclamações. Criou, por exemplo, na Central de Atendimento, a célula anti atrito, que realizou, em 2018, cerca de 28 mil atendimentos. Uma das áreas que está na linha de frente desse processo é a Ouvidoria, que, em 2018, atendeu 10 mil demandas e iniciou diversos projetos para tentar diminuir as reclamações. Entre eles está o hotsite Resolva seu problema, lançado em abril.

Durante o ano de 2018, foram recebidas ainda 3.842 novas ações judiciais, o que representa uma diminuição da ordem de 37% em comparação ao recebimento de ações novas em 2017. As causas mais recorrentes das ações judiciais de 2018 referiram-se aos processos relacionados ao Financeiro (22%), Outras Unimeds (14%), Reajuste (11%), Defeito na Prestação dos Serviços (10%), Reembolso (8%), Home Care (8%), Ausência de Cobertura Contratual (8%), Mecanismos de Regulação (7%), Cadastro (7%) e Procedimento Não Previsto no Rol da ANS (5%).

E não só a Ouvidoria se coloca à disposição para tentar solucionar os casos dos problemas, resolvendo os conflitos de forma amigável. A partir do trabalho do Núcleo de Mediação e Conciliação Permanente, a cooperativa atendeu 425 casos em 2018, com um índice de sucesso de 65% na mediação dos conflitos, que resultou em um índice de apenas 11% de judicialização das demandas atendidas pelo núcleo. A Unimed-Rio é pioneira na adoção de soluções alternativas de conflitos no mercado de saúde suplementar.

Em 2018, o grupo Unimed-Rio recebeu 41 ações trabalhistas, sendo 18 julgadas procedentes e 23 improcedentes e 94 não julgadas neste período. O valor pago foi de R$ 345.725,00

Em 2018, a Unimed-Rio recebeu multas por não conformidade com leis e regulamentos relativos ao fornecimento de seus produtos e serviços, o que somou o valor de aproximadamente R$ 33 milhões.

Com o crescimento do Grupo Unimed-Rio e após a criação da Unimed-Rio Empreendimentos, a necessidade por um Código de Ética e Conduta próprio, adequado às novas e boas práticas de mercado e às leis de integridade, tornou-se mais evidente.

Por isso, em julho de 2018, foi lançado o novo Código de Ética e Conduta da Unimed-Rio, totalmente online. Ele traz as diretrizes éticas da cooperativa e norteia a conduta da empresa como um todo. Seu principal objetivo é elevar, ainda mais, o nível de credibilidade entre as entidades que se relacionam com as empresas do Grupo Unimed-Rio, seus colaboradores e a comunidade na qual está inserida, produzindo um ambiente de negócios ético e produtivo.

Em 2018, a Unimed-Rio foi além e criou também o Canal de Integridade. Disponível desde outubro, trata-se de um canal exclusivo para comunicação segura e, se desejado, anônima, de condutas que vão de encontro às diretrizes éticas do Grupo ou à legislação vigente.

As informações registradas no Canal de Integridade são recebidas pela Deloitte, uma empresa independente e especializada, assegurando sigilo absoluto e o tratamento adequado de cada situação, sem conflito de interesses. Para registrar o relato, basta acessar a seção Contato > Canal de integridade no Código de Ética.

O lançamento do Canal demonstra a importância, para a Unimed-Rio, da integridade, transparência e responsabilidade nas relações com todos os seus públicos. Para a empresa, a informação verdadeira e honesta e o cuidado com a conduta ética de seus líderes e colaboradores são sempre valorizados.

A Unimed-Rio possui ainda um Estatuto Social, onde estão previstos os direitos e deveres dos médicos cooperados, que atuam como donos e direcionadores de políticas e também como frente de trabalho. Suas escolhas são feitas em votação durante a Assembleia Geral Ordinária (AGO), instância máxima de decisão da empresa, que elege três conselhos por meio de voto direto, secreto e igualitário.

O primeiro é o Conselho de Administração, que possui cinco diretores executivos e 10 conselheiros vogais, e é renovado a cada quatro anos. Os outros são os Conselhos Fiscal (seis membros, sendo três efetivos e três suplentes, com renovação anual) e Técnico (sete efetivo e dois suplentes, renovado a cada quatro anos).

A Diretoria Executiva e os conselhos de Administração, Técnico e Fiscal têm papel estratégico dentro da estrutura de governança corporativa da Unimed-Rio. Em linhas gerais, cabe à Diretoria Executiva supervisionar, orientar, coordenar e impulsionar todas as atividades da cooperativa. Já o Conselho de Administração é responsável pela orientação geral e superior das atividades da Unimed-Rio.

O Fiscal é o órgão responsável pela supervisão e análise das demonstrações econômico-financeiras, enquanto o Técnico delibera sobre aspectos médicos e éticos da Medicina. Mensalmente são promovidas reuniões de cada conselho e, quando necessário, deliberam em reuniões extraordinárias.

ECONÔMICO

GRI 201: Desempenho econômico

Um dos indicadores globais mais relevantes de desempenho para a Unimed Rio é a Distribuição do Valor Adicionado, DVA, que representa o volume e a distribuição de riqueza gerada pelo grupo anualmente.

Em 2018, geramos um montante de R$ 967 milhões distribuídos da seguinte forma:

A) Governo: 20,65%
B) Cooperados: 41,59%
C) Empregados: 24,97%
D) Terceiros: 3,76%
E) Sociedade: 0,24%
F) À disposição da AGO: 8,79%

Embora as atuais mudanças climáticas tenham múltiplos e evidentes impactos sobre a saúde da população, três aspectos em particular exercem considerável pressão e produzem impactos econômicos para a Unimed Rio:

1. Aumento da incidência de doenças respiratórias devido à irregularidade no regime de chuvas e ao aumento na concentração de poluentes no ar;
2. Aumento na contaminação por doenças veiculadas pela água, como giardíase, amebíase e esquistossomose;
3. Aumento das doenças transmitidas por vetores que se reproduzem em ambiente aquático, como a dengue, zika, chikungunya, malária e febre amarela, com picos de infecção nos meses de verão e primavera;
4. Aumento de casos de sarampo.

Em 2017 e 2018 tivemos esforços de comunicação voltados para divulgar informações sobre este último ponto, como por exemplo a Live Unimed-Rio sobre Chikungunya e Sarampo, com médicos cooperados e disponível na página da empresa do Facebook.

Identificado como uma defasagem em relação ao padrão de mercado, um plano de previdência privada foi negociado durante o segundo semestre de 2012 e incluído como benefício em fevereiro de 2013 e continuou disponível para todos os colaboradores em 2018. Nos anos anteriores, apenas os membros da diretoria recebiam o benefício. No total, 838 colaboradores foram beneficiados e o valor corresponde a R$1.220.997,00 em 2018.

Historicamente a Unimed-Rio realizou campanhas e utilizou incentivo fiscal para apoiar ações e projetos culturais, sociais e esportivos. Em 2017, o grupo não se beneficiou de tais incentivos. Em 2018, o Grupo voltou a aplicar na Lei de incentivo ao ISS, recebendo R$ 804.957,67 para renúncia fiscal em 2019.

GRI 202: Presença de mercado

O Grupo Unimed-Rio possui unidades no município do Rio de Janeiro e a totalidade de seus executivos é recrutada na cidade. A alta administração é composta por membros radicados na cidade, por serem cooperados (médicos que residem e trabalham na capital carioca). A Unimed-Rio possui um programa de inserção de jovens no mercado de trabalho oferecendo oportunidade para menores que, em sua maioria, residem em comunidades. Esse programa é feito em parceria com a Instituição Camp Mangueira. Os Jovens são contratados com vínculo empregatício, por um prazo determinado de 16 meses, tendo todos os benefícios que o grupo Unimed Rio oferece aos demais colaboradores. Em 2018, 92 jovens aprendizes faziam parte do corpo funcional do grupo Unimed Rio e 35 foram efetivados. Para contratação em outras vagas, incluindo de pessoas com deficiência praticamos a busca em nosso banco de currículos, a divulgação das vagas em nosso site e em redes sociais como Linkedin e Facebook. Também divulgamos em sites especializados em captação de profissionais além de nossa rede de contatos.

GRI 203: Impactos econômicos indiretos

Em agosto de 2018, um movimento histórico marcou o atendimento ao cliente da Unimed-Rio. A operadora transferiu parte de seu atendimento telefônico para a Atento, maior empresa de serviços de gestão do relacionamento com clientes e processos de negócios (CRM/BPO) na América Latina. A inauguração oficial aconteceu em outubro. O acordo prevê uma operação com time misto, sendo parte de colaboradores transferidos da Unimed-Rio para a Atento e parte de recursos da empresa parceira, que foram treinados nos processos da cooperativa. Ao todo, cerca de 500 pessoas estão dedicadas ao atendimento a clientes, cooperados e demais públicos, em uma estrutura mais eficiente, em função da incorporação de aplicações tecnológicas.

Inserido no processo de transformação digital da Unimed-Rio, o acordo permite a inclusão gradativa de recursos como bots, chats, telechamadas e atendimento via WhatsApp. Além da evolução digital, o acordo com a Atento traz mais agilidade para momentos críticos de atendimento, uma vez que o parceiro conta com uma enorme estrutura disponível, gera economia para a empresa e tende a elevar a performance de atendimento aos clientes, o que está diretamente alinhado aos compromissos assumidos com a ANS e demais órgãos públicos em nosso Plano de Saneamento.

Em 2018, a Unimed-Rio Participações e Investimentos S.A. também adquiriu ações da Helmond Oncologia S.A, uma joint venture de controle compartilhado, que tem por objetivo a prestação de serviços médico-hospitalares relacionados à onco-hematologia, oncologia e tratamentos com infusões oncológicas.

Em 2018, foi lançado ainda o novo sistema de gestão da Unimed-Rio, batizado de Ômega 3. Esse programa tem como objetivo a troca do NEO, considerado o coração de toda a operação e utilizado há mais de 10 anos pela cooperativa, por um novo software, o Top Saúde. Sua finalidade permanecerá a mesma, mas em um sistema mais atual e muito mais seguro.

Confira outros benefícios do novo sistema:

• Atualizar a Unimed-Rio de acordo com as melhores práticas do mercado
• Otimizar e reduzir custos
• Aumentar a maturidade em processos
• Aumentar a eficiência operacional
• Garantir controles internos e auditoria permanentes

Outra mudança importante foi a criação de uma Central de Gestão de Contratos, que, desde novembro de 2018, tem a missão de centralizar toda a gestão administrativa dos contratos da Operadora. A nova gerência irá desonerar as áreas médicas e de negócio das atividades que envolvam a gestão administrativa do contrato, do fornecedor e a gestão do pagamento de notas, sempre atuando com base nesse tripé. As áreas de negócio passam a ter o foco de gerir tecnicamente seus fornecedores, observando os serviços definidos nos contratos. A mudança começa por 18 áreas de negócio já mapeadas. Com essa implementação, vamos:

. Padronizar contratos
. Centralizar as informações sobre fornecedores e despesas
. Melhorar a gestão de fornecedores
. Dar maior liberdade às áreas para desenvolvimento de suas atividades centrais
. Gerar mais segurança e economia para a empresa

GRI 204: Práticas de compras

Em 2018, o grupo investiu 117 milhões com fornecedores gerais de bens e serviços, sem considerar fornecedores médicos, OPME e concessionárias de serviços públicos. Em 2017, este valor foi de 91 milhões.

GRI 205: Anticorrupção

Em 2018, em linha com com o Programa de Integridade, foi normatizado o processo de aplicação do Formulário de Due Diligence no Grupo Unimed-Rio, em terceiros, fornecedores, prestadores e parceiros, com o intuito de obter informações sobre o cumprimento da Lei 12.846/2013 e Decreto 8.420/2015, que responsabilizam administrativa e civilmente as pessoas jurídicas pela prática de atos contra a administração pública, nacional ou estrangeira. Em 2018 houve a aplicação de 120 formulários de Due Diligence.

O número de horas de treinamento para empregado(a)s no novo Código de Ética e Conduta da Unimed-Rio:

* Unimed-Rio: 680 horas
* Empreendimento: 1.728 horas

Não foram apurados casos de corrupção em 2018.

AMBIENTAL

GRI 301: Materiais

Os produtos e serviços do grupo Unimed-Rio estão relacionados com a venda de planos de saúde e, com o projeto de verticalização, o grupo passou a prestar serviços de saúde diretamente aos seus beneficiários e demais clientes.

Com relação à venda de planos, temos impactos ambientais relacionados a espaços administrativos e a impressão e distribuição de carteirinhas de plástico e guia médico.

O guia médico, material de grande impacto devido ao seu peso e volume, não é mais distribuído amplamente fisicamente para todos os clientes, somente quando solicitado. As informações sobre rede credenciada estão disponíveis em www.unimedrio.com.br.

Com relação às carteirinhas, algumas Unimed já desenvolvem projetos de logística reversa.

GRI 302: Energia

Algumas medidas tomadas no ano de 2018 geraram economia e contribuíram de forma importante para a sustentabilidade das nossas unidades próprias. Uma delas foi a implantação de lâmpadas de LED. No Pronto Atendimento Barra da Tijuca, houve queda de consumo de 102.551 KWh no ano com relação a 2017, sendo 84.019KWh no consumo fora da ponta (período do dia de menor utilização). A mesma medida no PA Copacabana gerou redução de 40.800 KWh no consumo anual, e no Espaço Para Viver Melhor (EPVM), de 2.750KWh.

No Hospital Unimed-Rio, a grande novidade de 2018 foi o projeto de eficiência energética com foco na Central de Água Gelada – CAG e no sistema de ar condicionado, totalizando uma economia em energia de R$ 247 mil ao ano e R$ 20,5 mil ao mês. Um técnico especialista realiza, em tempo integral, os ajustes necessários para o funcionamento adequado dos aparelhos de ar condicionado. Com isso, o consumo energético de todo o sistema, maior consumidor de energia do hospital, é otimizado e reduzido. O acompanhamento reduziu em 57% o tempo de funcionamento de 31 equipamentos de ar condicionado devido à programação horária dos aparelhos, por exemplo.

GRI 303: Água

No que diz respeito ao uso de água, as unidades próprias passaram a utilizar arejadores nas torneiras em diferentes momentos do último trimestre de 2018. No PA Copacabana, a iniciativa, implementada em outubro, tem gerado economia de 102m³ de água por mês, enquanto no PA Barra, o consumo diminuiu 67 m³/mês desde novembro. No EPVM, a redução mensal foi de 24 m³.

O Hospital Unimed-Rio também implementou diversas ações para redução do consumo/custo de água potável da unidade, alcançando uma economia de R$ 194 mil em 2018 em comparação com 2017.

No que diz respeito ao uso de água, as unidades próprias passaram a utilizar arejadores nas torneiras em diferentes momentos do último trimestre de 2018. No PA Copacabana, a iniciativa, implementada em outubro, tem gerado economia de 102m³ de água por mês, enquanto no PA Barra, o consumo diminuiu 67 m³/mês desde novembro. No EPVM, a redução mensal foi de 24 m³.

O Hospital Unimed-Rio também implementou diversas ações para redução do consumo/custo de água potável da unidade, alcançando uma economia de R$ 194 mil em 2018 em comparação com 2017.

GRI 304: Biodiversidade

Indicadores não materiais para o Grupo Unimed-Rio em função da natureza de sua operação.

GRI 305: Emissões

O Grupo Unimed-Rio não realiza monitoramento de suas emissões.

GRI 306: Efluentes e resíduos

Sobre a prestação de serviços de Saúde, o Grupo Unimed-Rio cumpre a legislação ambiental com relação a resíduos de serviços de saúde, estimula a reciclagem de seus resíduos além de contar com técnicos especializados.

Sobre a prestação de serviços de Saúde, o Grupo Unimed-Rio cumpre a legislação ambiental com relação a resíduos de serviços de saúde, estimula a reciclagem de seus resíduos além de contar com técnicos especializados.

GRI 307: Conformidade ambiental
GRI 308: Avaliação ambiental de fornecedores

O Grupo Unimed-Rio não realiza auditoria externa em seus fornecedores com relação a aspectos ambientais. São solicitados documentos comprobatórios básicos.

O Grupo Unimed-Rio não realiza auditoria externa em seus fornecedores com relação a aspectos ambientais. São solicitados documentos comprobatórios básicos.

SOCIAL

GRI 401: Emprego
GRI 402: Relações trabalhistas

Os prazos não são tratados no acordo coletivo, entretanto, na ocorrência de mudanças operacionais significativas os colaboradores são notificados, individualmente e/ou através dos canais internos de comunicação, em tempo hábil para as devidas adaptações necessárias.

GRI 403: Saúde e segurança no trabalho

Os coladores da Unimed-Rio Empreendimentos Médicos e Hospitalares que trabalham em ambientes hospitalares possuem complementação do Auxílio Doença por um período de até 12 meses.

O acordo coletivo entre o Grupo Unimed-Rio e o Sindicato dos Empregados em Estabelecimento de Serviços de Saúde do Rio de Janeiro é um documento revisado anualmente e neste último ano passou a assegurar a Complementação do Auxílio Doença por um período de até 12 meses.

Durante o ano de 2018 foram realizadas diversas ações com este objetivo, nas diversas unidades operacionais do Grupo, incluindo recursos próprios.
– Ambientação de novos colaboradores, Treinamento de adequação postural, Brigada de Incêndio voluntária, Treinamento de CIPA, Treinamento com o setor de Higiene (EPI e utilização do Kit de derramamento de quimioterápicos), Treinamento in loco NR 32, Admissional de Enfermagem, Entrega de Ordem de Serviço, Treinamento para os médicos da emergência- Fluxo de Acidente do Trabalho

Com relação a saúde do trabalhador, realizamos a SIPAT com palestras sobre diversos temas, Circuito de Verão, Grupo de Corrida, programas de gestão de saúde para colaboradores, entre outros;

GRI 404: Treinamento e educação

Em 2018, iniciamos mais um ciclo de avaliação para os colaboradores da Cooperativa
e Empreendimentos. Para esse ciclo realizamos mudanças significativas na forma de avaliar e dar feedback. No sistema de avaliação, incluímos a possibilidade de avaliação em grupo. O gestor passou a ter a opção de avaliar o colaborador realizando uma comparação com os demais colaboradores de mesmo níveis de cargo. No feedback incluímos a etapa de visão para o futuro, onde o gestor realiza um alinhamento de expectativas em relação ao desempenho do colaborador no segundo semestre do ano. Ao final do ciclo a avaliação pode ser revisitada de acordo com o resultado desse desempenho. Mais uma vez, superamos a meta do índice de adesão ao processo atingindo 93% de adesão contabilizando avaliações dos gestores e auto avaliação.

GRI 405: Diversidade e igualdade de oportunidades

Os indicadores de diversidade são encontrados detalhadamente no Balanço Social do grupo Unimed-Rio, incluindo quantidades e valores.
Veja aqui o Balanço.

GRI 406: Não discriminação
GRI 407: Liberdade de associação e negociação coletiva
GRI 408: Trabalho infantil

Sobre estes temas, o Grupo Unimed-Rio contempla cláusulas específicas em seus contratos com fornecedores porém não realiza auditoria externa.

GRI 409: Trabalho forçado ou análogo a escravo
GRI 412: Avaliação em Direitos Humanos

Todas as unidades estão contempladas no Código de Conduta bem como todos os colaboradores possuem acesso ao canal de integridade. Além disso, temos como objetivo realizar entrevistas de desligamento com 100% dos colaboradores desligados. Consideramos estes mecanismos capazes de levantar os impactos relacionados aos Direitos Humanos. Neste ano, a Unimed-Rio foi eleita a 7ª melhor empresa para se trabalhar no Rio de janeiro e está entre as melhores do Brasil.

Em 2018, tivemos dois contratos de investimentos significativos contendo estas cláusulas, sendo eles a aquisição de ações da “Helmond Oncologia S.A”, e a operação com a “CON34 Central de Atendimento S.A”. Em ambos os casos, a operação foi conduzida pela área de Novos negócios juntamente com Compliance e Administração de Contratos.

GRI 413: Comunidades locais

A Unimed Rio contribui para o desenvolvimento da comunidade por meio do investimento em projetos e ações sociais, culturais e ambientais, sempre com a perspectiva de ações transformadoras que estimulem a inserção social, a educação, a qualidade de vida e o desenvolvimento sustentável.
Como exemplo de programas desenvolvimento em 2018, temos as ações de voluntariado.
Doação de Sangue:
A gente acredita que doar sangue é doar vida. Por isso, a Unimed-Rio é uma das empresas que mais contribuem com a coleta externa de sangue do Hemorio.
Em 2018, foram realizadas, em parceria com o instituto, duas ações de coleta de sangue dentro da sede Barra. Em maio, 76 colaboradores participaram da campanha e, em outubro, o número chegou a 98, totalizando 149 bolsas de sangue. A Unimed-Rio também participou da Semana da Saúde, na Cinelândia, promovida pela Bandnews. Os colaboradores da unidade Centro foram convidados a doar sangue e cerca de 30 compareceram.

Desde 2006, os colaboradores da Unimed-Rio promovem também a campanha Padrinho Natalino, voltada para arrecadar brinquedos, roupas e livros para crianças atendidas por duas instituições parceiras – Associação Saúde Criança, em Botafogo, e Creche São José, na Cidade de Deus. Em 2018, 200 colaboradores da Unimed-Rio e 80 funcionários de três parceiros da cooperativa – Agência Binder, Viralata Produções e FSB Comunicação, se envolveram e conseguiram arrecadar presentes para todas as 280 crianças atendidas pelas instituições. Para a Associação Saúde Criança, foram doados 180 brinquedos. Já as crianças da Creche São José receberam 100 kits, que continham, além de brinquedos, roupas, sapatos e livros.

Diante da natureza de nosso negócio, os impactos negativos estão relacionados com o aumento do fluxo de pessoas, carros e ambulâncias nas proximidades das unidades, a construção de novos empreendimentos e o resíduo hospitalar. Este último pode ser considerado como significativo e seu impacto é gerenciado por meio de coleta seletiva e cumprimento da legislação vigente relacionada com resíduos de serviços de saúde.

GRI 414: Avaliação social de fornecedores

100% dos fornecedores de natureza médico-hospitalar têm contratos que incluem cláusulas de respeito aos Direitos Humanos. No entanto, ainda não há monitoramento regular destas questões durante a prestação de serviços e as visitas realizadas em alguns fornecedores possuem foco técnico.

O Grupo Unimed-Rio não possui mecanismos formais para mensuração deste impacto, porém, não registramos casos de impactos significativos relacionados com Direitos Humanos em nossa cadeia de fornecedores.

GRI 415: Políticas púbicas
GRI 417: Marketing e rotulagem

100% dos produtos atualmente disponíveis obedecem à Lei 9656/98, que regulamenta os planos de saúde. Os contratos assistenciais da Unimed-Rio estão em conformidade com as leis que regem o mercado de saúde suplementar e regulamentos definidos pela Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS, Código Civil e Código de Defesa do Consumidor.

Todos os produtos atualmente disponíveis obedecem à Lei 9656/98, que regulamenta os planos de saúde, foram aprovados pela ANS e atendem às exigências do Código de Defesa do Consumidor. Durante o ano de 2018, houve suspensão de alguns produtos em função de reclamações de clientes para o órgão regulador.

GRI 418: Privacidade do cliente
GRI 419: Conformidade socioeconômica

Em 2018, o grupo Unimed-Rio recebeu 41 ações trabalhistas, sendo 18 julgadas procedentes e 23 improcedentes e 94 não julgadas neste período. O valor pago foi de R$ 345.725,00

Em 2018, a Unimed-Rio recebeu multas por não conformidade com leis e regulamentos relativos ao fornecimento de seus produtos e serviços, o que somou o valor de aproximadamente R$ 33 milhões.